Como Fazer Dinheiro

PalestrantePense em todas as maravilhas que o ser humano conseguiu conquistar com muita inteligência, ousadia e principalmente esforço individual e coletivo em direção a um mundo melhor. O mundo mudou muito nos últimos 2 séculos, com avanços gigantescos em inúmeras áreas do conhecimento humano, resultando em telescópios, automóveis, aeronaves, metrô, trens-bala, saneamento básico, plataformas de petróleo, usinas hidroelétricas, fusão nuclear, submarinos, edifícios com mais de 500 metros de altura, ida e volta do homem à Lua, satélites de comunicação, estação espacial, sondas espaciais, penicilina, vacinas, remédios, procedimentos cirúrgicos, engenharia genética, tomografia computadorizada, energia solar, aceleradores de partículas, computadores, sistemas, Internet, celulares, tablets e a lista de modernidades que aumentaram a expectativa de vida do ser humano e transformaram a nossa vida continua indefinidamente para onde quer que a gente se arrisque a olhar.

Agora eu peço que pense na sua rotina de trabalho. De que forma estas grandes conquistas contrastam com seu cotidiano medíocre, com um trabalho estressante e sem sentido e uma vida sem propósito? Muito infelizmente, esta é a realidade na maioria das empresas, onde a chatice prevalece sobre o engajamento, o medo sobre o prazer, a comodidade sobre a ousadia, a burocracia sobre a inteligência, a individualidade sobre a cooperação e o lucro sobre todos os outros aspectos da maioria das organizações. O trabalho que deveria ser uma fonte de realizações pessoais nada mais é do que um sofrimento a ser aceito para garantir a sobrevivência na maioria dos casos.

Reconhece esta realidade?

Se você se reconhece em um campo de batalha como este, sua empresa pode provavelmente ser comparada a um homem que só pensa e só fala em dinheiro. Com o mundo girando a sua volta, torna-se uma pessoa fútil, arrogante e vazia de propósitos. Uma pessoa desagradável que somente pensa nas vantagens que ela pode obter em todas as situações, enxergando todos ao redor como meros coadjuvantes do seu plano de poder. E lembrando, por mais óbvio que possa parecer, que as empresas são formadas por pessoas (esquecemos com frequência desta obviedade), organizações com gestores e funcionários munidos desta visão distorcida sobre o capitalismo só amplificam o problema, tornando a empresa como um todo muito desagradável para eventuais compradores. E então a saída é mentir deliberadamente para conquistar clientes e depois frustrá-los com suas falsas promessas, as quais resultam em reclamações no PROCON, no reclameaqui.com.br ou mesmo em processos judiciais.

A busca pelos lucros nas empresas tem sido feita da mesma forma caótica que as pessoas buscam a felicidade. Muito obviamente, todo mundo quer ser feliz, mas aquilo que permanece nada óbvio é que a felicidade é a consequência de uma série de realizações, não sendo possível alcançar magicamente as consequências sem passar pelas causas. Da mesma forma, o lucro é e sempre foi o resultado e não a causa das empresas existirem, sendo sem sentido buscá-lo diretamente como temos feito no capitalismo predominante, gerando tudo quanto é tipo de mazelas no ambiente de trabalho.

Mas movimentos como o do Capitalismo Consciente e propostas como a do Marketing 3.0, por exemplo, estão fornecendo o arcabouço conceitual sobre o qual muitas empresas estão alterando inteiramente a narrativa de seus negócios, reposicionando o lucro no ponto de onde ele nunca deveria ter saído: como a consequência de propósitos maiores do que as próprias organizações. Isto porque os colaboradores destas empresas são mais engajados e mais produtivos, pois se importam com o trabalho que fazem, adicionando valor real ao produto ou serviço oferecido. Com isto, mais vendas são realizadas, mais fidelizações são obtidas e maiores retornos são garantidos em um círculo virtuoso que gera maiores salários e melhores condições de trabalho, resultando em menos rotatividade e mais significado no ambiente trabalho.

Empresas com propósitos maiores do que elas próprias, não por um acaso, também estão na lista das melhores empresas para se trabalhar. Na lista da Great Places to Work das 100 melhores empresas para se trabalhar de 2014 nos EUA, existe uma série de empresas com propósitos fortes como Google, Salesforce.com, Wegmans Food Markets, The Container Store, Zappos.com, Whole Foods Market, Microsoft e por aí vai. Não é à toa que a expressão inglesa “fazer dinheiro” é muito mais condizente com o capitalismo de livre iniciativa do que a portuguesa “ganhar dinheiro”, uma vez que a primeira versão transmite causa e consequência ao contrário da conotação passiva da segunda, visão de negócios que os Estados Unidos, como nenhum outro país, soube enxergar e desenvolver.

Diante dos gigantescos desafios deste início de século, as melhores marcas estão sendo construídas com propósitos baseados em verdades humanas fundamentais, no bem comum e em convicções profundas sobre como as empresas devem ser utilizadas para superar estes desafios e garantir um futuro melhor. Nos projetos de construção destes cenários futuros, as participações crescem tanto em pessoas quanto em lucros, sendo este o verdadeiro pulo do gato em um mundo assolado pelas desigualdades sociais, pelo colapso econômico, pelo aquecimento global e pela profunda crise de significado.

Achou que esta proposta não possui relação com o título da postagem? Então volte para seu call center e continue a efetuar sua “lucrativa” estratégia de vendas ativas por telefone.

Este blog é um oferecimento da Afronta Marketing

Anúncios

2 comentários sobre “Como Fazer Dinheiro

  1. Acompanho seus post há um bom tempo. Parabéns. Inteligentes. Fico pensando como tem muita porcaria circulando que fazem muito sucesso por ai. E chego a conclusão que é que somos infelizmente um país de “empresários analfabetos”.

    • Muito obrigado pelos elogios Tavares. São reações como a sua que energizam minhas convicções sobre a luta que precisa ser travada para transformarmos as nossas empresas em ambientes capazes de impactar o mundo positivamente. Fique a vontade para comentar e contribuir o quanto quiser neste espaço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s