Como Sua Empresa Deve Se Portar no Facebook

Marketing Digital_3
Hoje eu recebi uma solicitação de amizade no Facebook por parte de um escritório de advocacia. Logo de cara, um erro: não é possível solicitar amizades a partir de uma Fan Page, que é o perfil oficial que o Facebook disponibiliza para pessoas jurídicas. Ou seja: o escritório de advocacia foi criado em um perfil de pessoa física. Ao tentar identificar a origem do pedido de amizade, descobri também que desconheço por completo a pessoa que me enviou a solicitação. Consequência: ignorei o pedido de amizade.

Muita gente ainda se perde ao usar o Facebook com finalidades comerciais. Para não cometer esses erros primários, aconselho o seguinte:

1) Utilize a Fan Page, ou seja, o perfil comercial para adicionar sua empresa ao Facebook. Para isso, vá até o rodapé do Facebook e clique no link “Criar uma página” (ou clique aqui para ir direto). Depois, na próxima janela, clique no ícone “Empresa, organização ou instituição” e siga os passos do Facebook para criar uma página corporativa oficial.

2) O principal argumento a favor da utilização da Fan Page ao invés do perfil de pessoa física para a sua empresa no Facebook é o acesso à ferramenta de monitoramento, com a qual é possível medir resultados e reavaliar estratégias. Com essa ferramenta, é possível ter acesso a uma série de estatísticas sobre o acesso à sua página e as repercussões que suas intervenções tem causado em sua base de fãs, conforme a imagem da Fan Page da Afronta Marketing logo abaixo:

3) Tome cuidado com a abordagem dentro do Facebook. Sendo uma mídia social, as pessoas se comportam mais como se estivessem em um bar ou em uma balada. Você não gostaria que no meio da pista de uma balada um cara que você nunca viu na vida, vestido com terno e gravata chegasse até você e começasse a tentar vender apólices de seguro, certo? Pois é, o que essa empresa de advocacia fez foi exatamente isso. No Facebook, esse papo de querer vender o seu peixe tem que ser uma coisa natural e não algo forçado. E se ao invés dessa abordagem invasiva o cara chegasse vestido normalmente, conversando sobre assuntos mais ordinários? Ao longo da conversa, de repente, o assunto poderia inclinar-se para questões profissionais, sendo que daí o corretor de seguros poderia até falar sobre o seu trabalho com você, mas sem querer enfiar um seguro goela abaixo logo de cara. E dependendo do teor da conversa, em um determinado momento, você poderia até aproveitar e dizer: “Falando nisso, me passa o seu telefone pois eu preciso renovar o seguro do meu carro.” Situação completamente diferente, concorda?

4) Não crie um perfil muito careta, politicamente correto, empacotado e engravatado dentro do perfil da sua empresa no Facebook. Como já mencionei, o Facebook é, por natureza, uma ambiente mais descontraído. É interessante sua empresa ter certos posicionamentos, sair de cima do muro e mostrar que existem pessoas com opiniões trabalhando dentro dela e não apenas robôs de terno e gravata.

5) Não fique falando apenas sobre sua empresa. Usando a mesma analogia, é como se o corretor dentro da balada ainda só ficasse falando dele, dos prêmios que recebeu, do quanto ele é bom, de quanto os seguro que ele vende são sensacionais, se vangloriando o tempo todo. Pôxa, isso é um tremendo saco! Ao invés disso, tente criar engajamento, promovendo debates, discussões e provocações. Coloque as notícias do dia em pauta, comente nas postagens, fale moderadamente sobre os problemas que a sua empresa resolve e não sobre os prêmios que sua empresa recebeu. Lembre-se que o que vale em mídia social é a participação e o compartilhamento. Participe mais das conversas, ouça os seus “fãs” e somente depois entre na conversa de forma colaborativa e não tentando vender seus produtos e serviços na marra.

6) Tenha paciência. As coisas só começam a acontecer depois de um certo período de tempo. Não adianta querer achar que vai conseguir 1.000 fãs de uma tacada só. O trabalho tem que ser diário e paulatino. Se você já possui uma base de clientes, é interessante pedir para que eles curtam a sua Fan Page. Do contrário, é bom ter paciência e formar sua lista de fãs de forma natural (elaborando uma promoção e assim chamando a atenção das pessoas para que elas curtam a sua página, por exemplo), sem forçar a amizade, por favor.

Este blog é um oferecimento da Afronta Marketing.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s